Encontro de Culturas reúne indígenas e manifestações tradicionais em Alto Paraíso de Goiás ~ Rádio Jaboticabal

Sintonia de Sucesso - Hidrolândia GO

sexta-feira, 15 de julho de 2016

Encontro de Culturas reúne indígenas e manifestações tradicionais em Alto Paraíso de Goiás

(Foto: Anne Vilela/Divulgação)

O Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros começa nesta sexta-feira (15) e reúne grupos indígenas, oficinas e manifestações tradicionais brasileiras, como maracatu, folia, congada e capoeira. O evento acontece anualmente em São Jorge, distrito de Alto Paraíso de Goiás, e tem o objetivo de promover a valorização das raízes e a integração entre culturas.
“A expectativa é proporcionar uma vivencia diferenciada para as pessoas, além dos passeios pelas belezas naturais da região. Além disso, é promover um reconhecimento das raízes brasileiras, fortalecendo nossa identidade cultural e, com isso, nos ajudar a melhorar como pessoas, transformar o mundo”, disse o organizador do evento, Juliano Basso.
Juliano ainda comenta que o evento tem características muito marcantes. “O Encontro, desde sua fundação, manteve, de certa forma, sua tradicionalidade. As bases do evento são as mesmas. Óbvio que também temos algumas novidades, como o encontro de pajés e raizeiros, por exemplo”, completou.
O encontro, que vai até o dia 30 deste mês, começa com a Aldeia Multiétnica, uma reunião entre vários grupos indígenas que conta com troca de conhecimentos e experiências entre si e também com o público. Na 10ª edição, o foco é discutir o conflito de comunicação e a transmissão dos saberes tradicionais entre as gerações com a chegada das novas tecnologias.
Diariamente o público poderá assistir a danças e rituais de cada etnia, conhecendo um pouco mais de seus costumes e realidade. Serão feitas rodas de prosa, oficinas e até exibição de filmes elaborados pelos próprios indígenas.
(Foto: Anne Vilela/Divulgação)
Depois da aldeia, a programação será concentrada nos grupos de cultura tradicional, com apresentações, trocas de experiência e oficinas.
Durante o festival também estarão presentes moradores da comunidade Kalunga, formada por descendentes de escravos que se refugiaram em quilombos. Eles são responsáveis pela cerimônia de abertura do evento na vila, com o tradicional hasteamento do mastro do Divino Espírito Santo, e a encenação do Império Kalunga.
Toda a programação é aberta ao público. O evento conta com atrações gratuitas e outras em que é necessário adquirir o ingresso. “São preços populares, além disso, alunos de escolas públicas da região não pagam, estudantes também têm desconto”, disse o organizador.
Mais informações: www.encontrodeculturas.com.br


Link


Compartilhe:

Comente com o Facebook:

Coluna/Blog

radiosaovivo.net/

UPAH

Pedido de ajuda - UPAH

20/07/2017 | 21:40h Esta cadela se encontra na imediações da funerária já há alguns dias. Está com uma perna machucada, más tem colei...

Anuncio

Curta nossa página