Suspenso show da Marília Mendonça em Goiânia - Rádio Jaboticabal

Sintonia de Sucesso - Hidrolândia GO

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Suspenso show da Marília Mendonça em Goiânia

O show das cantoras sertanejas Marília Mendonça e Paula Mattos, que estava previsto para 11 de outubro, em Goiânia, foi suspenso. A decisão é da juíza Suelenita Soares Correia, da 2ª Vara da Fazenda Pública. O show seria realizado no Autódromo Internacional Ayrton Senna.
De acordo com a juíza, foi determinado à Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop) que cumpra a obrigação de “não fazer consistente em abster-se de desviar a finalidade do Autódromo Internacional de Goiânia, sobretudo autorizar ou realizar eventos musicais no local”.
Com isso, a liminar tem o objetivo de evitar que a Agetop descumpra as obrigações impostas no acordo. Na decisão, Suelenita Soares ainda autorizou a realização de busca e apreensão dos equipamentos sonoros a serem instalados no local e, caso necessário, uso de força policial.
A decisão atende a um pedido do Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO). O promotor Marcelo Fernandes de Melo ajuizou ação de execução das obrigações de não fazer, já firmadas em Termo de Ajuste de Conduta e determinadas em sentença.
De acordo com o MP-GO, em 2006 foi proposto um TAC, celebrado com a Agetop e o Fundo Especial de Reestruturação do Autódromo Internacional de Goiânia, que prevê a “interrupção do desvio de finalidade original do autódromo e a abstenção de promoção e realização de eventos com a utilização de som mecânico ou ao vivo”, devido à poluição sonora gerada, pelo local não possuir isolamento acústico, e aos transtornos causados à população.
Depois de diversos recursos, em 2012, a Justiça proibiu ao órgão gestor do Autódromo a causar poluição, principalmente sonora, uma vez que são produzidos ruídos acima dos índices permitidos, e a não autorização de realização de eventos musicais ou similares para não desviar a finalidade original do local.
Em 2015, a Agetop tentou alterar o acordo, mas o pedido foi indeferido. Este ano, com a divulgação dos shows, o promotor entendeu que a realização do evento é considerada um descumprimento da decisão judicial e ajuizou ação.
Segundo a decisão de Suelenita Soares, caso haja descumprimento da determinação, será aplicada multa diária de R$ 500 mil.

Resposta

A organização do evento informou ao site Diário De Goiás que ainda não foram notificados sobre a decisão, mas que o show será realizado normalmente. "Se não for no Autódromo, será em outro espaço", informou a assessoria. 
Todos os ingressos já comercializados serão válidos para o show. No entanto, como o público estimado para comparecer ao show no Autódromo era de 30 mil, poderá haver uma interrupção na vendas dos ingressos caso seja contratado um novo local que não tenha a mesma capacidade. 
Os ingressos são vendidos na Rival Calçados, Santa Fé Hall ou pela internet, no site da Bilheteria Digital.


Link


Compartilhe:

Comente com o Facebook:

Coluna/Blog

radiosaovivo.net/

UPAH

UPAH | Cadela desaparecida

Por UPAH - 04/11/2017 | 14:00h Nikita desapareceu ontem de sua residência na Rua da Paca. Foi vista pela última vez pelas proximidades d...

Anuncio

Curta nossa página