Passagem de ônibus sobe para R$ 4 na Região Metropolitana de Goiânia - Rádio Jaboticabal

Mais que uma web rádio, uma referência!

segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Passagem de ônibus sobe para R$ 4 na Região Metropolitana de Goiânia

Por Sulivan Santos - 22/01/2018 | 19:45h
Ônibus da linha Hidrolândia/ T. Bíblia quebrado (Foto: Divulgação/ Reprodução)
O reajuste do valor da tarifa do transporte coletivo, foi aprovado em uma reunião feita pela Câmara Deliberativa do Transporte Coletivo (CDTC), que aconteceu na tarde desta segunda-feira (22). O valor que era de R$ 03,70 passa agora a ser de R$ 04, e já será cobrado a partir da próxima quarta-feira (24).

Inicialmente, a Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC) apresentou um estudo pleiteando reajuste para R$ 4,05. O documento havia sido analisado e teve o respaldo da Agência Goiana de Regulação (AGR). Segundo a CMTC, o cálculo do aumento foi feito com base no preço dos custos do transporte e um dos fatores que mais pesou foi o valor do combustível.

O preço da passagem não sofria reajuste há dois anos. Em 2017, o reajuste chegou a ser discutido, mas o governo do estado decidiu arcar com 100% das gratuidades, permitindo que as empresas pudessem reajustar os salários dos servidores, mesmo com a tarifa congelada. A última vez houve majoração da passagem foi fevereiro de 2016, quando o preço subiu de R$ 3,30 para R$ 3,70.

Na última sexta, a Rádio Jaboticabal fez uma enquete para saber dos hidrolandenses, qual era a posição em relação ao reajuste da tarifa. Obviamente, 93% dos que votaram foram contra o aumento, e só 7% foi a favor, alegando que é aceitável, já que as empresas têm gastos com a manutenção dos veículos e o combustível que está mais caro.

Caos diário

Na segunda semana do ano 2018, os passageiros do ônibus que faz a linha 213, que atende Hidrolândia/ T. Bíblia, foram assaltados por três homens quando trafegavam pela BR-153, o ocorrido aconteceu por volta de 12:30h.

Cinco dias depois, um outro ônibus que faz a mesma linha, quebrou com os passageiros dentro, era por volta das 06:20h e várias pessoas seguiam para trabalhar em Goiânia.

No final do ano passado, a Jaboticabal mostrou a reclamação dos passageiros que ficam esperando o ônibus em baixo de chuva, e sol quente em Hidrolândia. Já que após a extensão da linha 213 dentro da cidade, os novos pontos de ônibus do Centro, setor Morada do Sol, setor Bela Vista e parte do Bairro Nazaré, não possuem cobertura e nem bancos adequados, são demarcados apenas por uma faixa pintada nos postes da rede elétrica.

Na reunião de hoje, ficou definido ainda que, entre os 19 municípios que a rede de transporte coletivo atende, os abrigos dos ponto de ônibus ficarão de responsabilidade das prefeituras, cada uma terá que cuidar dos pontos que ficam dentro dos limites do seu município.

Segundo o Presidente da CMTC, Fernando Meirelles, os municípios não integraram a Companhia Municipal de Transportes Coletivos, e por isso não contribuem com nada dentro do transporte coletivo. "Nada mais justo do que cada município dê, a manutenção, a conservação e a construção dos seus abrigos", disse em entrevista coletiva a imprensa.

A CDTC é composta por representantes do poder executivo e legislativo das cidades que integram a rede metropolitana de transporte e do estado, além de membro da CMTC e AGR:

- Prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha;
- Prefeito de Goiânia, Iris Rezende;
- Secretário de Estado de Meio Ambiente, Cidades, Infraestrutura e Assuntos - Metropolitanos, Vilmar Rocha;
- Prefeito de Senador Canedo, Divino Lemes, representante dos demais prefeitos da Região Metropolitana;
- Deputado estadual Marlúcio Pereira, representante da Assembleia Legislativa;
- Vereador Clécio Alves, representante da Câmara de Goiânia;
- Presidente da Agência Goiana de Regulação, Ridoval Chiarelotto;
- Secretário Municipal de Planejamento e Habitação, Agenor Mariano;
- Secretário Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade de Goiânia, Fernando Santana;
- Presidente da CMTC, Fernando Meirelles;
- Vereador por Trindade, Agneuson Alves, representante das Câmaras Municipais da Região Metropolitana;

Ponto de ônibus em meio ao relento em Hidrolândia (Foto: Arquivo)

Compartilhe:

Comente com o Facebook:

Coluna/Blog

radiosaovivo.net/

UPAH

UPAH | Cadela desaparecida

Por UPAH - 04/11/2017 | 14:00h Nikita desapareceu ontem de sua residência na Rua da Paca. Foi vista pela última vez pelas proximidades d...

Anuncio

Curta nossa página