Morre aos 82 anos o hidrolandense José Mendonça Teles, um dos maiores escritores de Goiás - Rádio Jaboticabal

Mais que uma web rádio, uma referência!

domingo, 29 de abril de 2018

Morre aos 82 anos o hidrolandense José Mendonça Teles, um dos maiores escritores de Goiás

Por Sulivan Santos - 29/04/2018 | 15:06h
José Mendonça Teles (Foto: Reprodução)
Bacharel em Direito pela antiga Universidade Católica de Goiás, José Mendonça Teles também era historiador, poeta, cronista, ensaísta, dicionarista e jornalista. José Mendonça escreveu mais de 30 livros relacionados à cultura goiana, entre eles, 'Vida e Obra de Silva e Souza', 'A Imprensa Matutina', 'General Curado - Estudo Biográfico', 'A Cidade do Ócio', 'Dicionário do Escritor Goiano' e 'Crônicas de Hidrolândia' com 1° edição publicada em 2003, 2° em 2005 e a 3° edição em 2011. Ele ainda escreveu a letra do Hino Oficial de Goiás e também do Hino de Hidrolândia. (Continua após a foto)
Hidrolândia 1946, José Mendonça Teles e sua família (Foto: Livro 'Cronica de Hidrolândia'/ Acervo Rádio Jaboticabal)
Filho de João Alves Teles e Celuta Mendonça Teles, o escritor nasceu no dia 25 de março de 1936, em uma "casinha, situada na última rua de quintal colado ao ribeirão das Grimpas" (parte de sua história contada na 1° edição do livro 'Crônicas de Hidrolândia), na capital da jabuticaba, 6 anos após o distrito de Santo Antônio das Grimpas emancipar-se de Poso Alto (Piracanjuba), e se tornar município de Hidrolândia. José Mendonça é irmão do também escritor e professor Gilberto Mendonça Teles.

O talento do goiano José Mendonça foi reconhecido pelas mais importantes instituições culturais do Brasil, recebendo inúmeras condecorações e medalhas, entre elas a Medalha João Ribeiro, da Academia Brasileira de Letras. José Mendonça Teles coordenou vários projetos culturais goianos, entre eles o projeto "Resgate", idealizado pelo Ministério da Cultura, que trouxe para Goiás, micro-filmados, documentos goianos existentes no Arquivo Ultramarino de Lisboa, no período de 1731 a 1822.
1° e 2° (Foto: Acervo Rádio Jaboticabal)
José Mendonça Teles morreu na noite deste sábado (28), aos 82 anos. Segundo a família, ele sofria com o Mal de Parkinson e estava com a saúde fraca. Ele foi internado no Hospital do Rim, em Goiânia, para se tratar de uma broncopneumonia, na última segunda-feira (23) com febre e dificuldade para respirar.

Em nota o governador do estado, José Eliton, lamentou a morte do poeta e historiador, lembrando que ele deixa as filhas Alessandra e Geovana, seis netos e um bisneto. "Também deixa 7 milhões de goianos que reverenciam e admiram sua obra e legado para a cultura do nosso Estado. Hoje e eternamente, José Mendonça Teles é e sempre será a referência na cultura e literatura de Goiás”, diz a nota.

O velório acontece no cemitério Jardim das Palmeiras, em Goiânia. O enterro está previsto para às 17h deste domingo, no mesmo local.
Velório do escritor em Goiânia (Foto: G1)

Compartilhe:

Comente com o Facebook:

Coluna/Blog

radiosaovivo.net/

UPAH

UPAH | Cadela desaparecida

Por UPAH - 04/11/2017 | 14:00h Nikita desapareceu ontem de sua residência na Rua da Paca. Foi vista pela última vez pelas proximidades d...

Anuncio

Curta nossa página